Sem programa do governo, empresas e sindicatos negociam e evitam demissões.

Sem benefício emergencial, as empresas negociam redução de salários com sindicatos

fonte : uol economia