Súmulas do TST no Supremo

Posição do Ministério Público





- Lei no 9.029/1995: É importante ressaltar que o art. 4o da Lei no 9.029/1995 tem

previsão que assegura, caso constatada a discriminação, a opção do empregado

discriminado em escolher entre a reintegração no emprego ou a percepção em dobro da

remuneração correspondente ao período de afastamento. Essa lei, entretanto, não prevê

a presunção relativa de discriminação nas dispensas de empregados portadores de

doenças graves.


- Parecer do Procurador Geral da República sobre a constitucionalidade da

Súmula no 443 do TST (29/01/2021): De acordo com o PGR, é cabível o ajuizamento

de ADPF contra a Súmula no 443 do TST por conter conteúdo geral e abstrato e por seu

potencial de lesão a preceito fundamental, diante do caráter persuasivo que exerce. Com

relação ao mérito, opinou pela violação ao princípio do devido processo legal por

presumir discriminatória a conduta do empregado que dispensa o empregado acometido

de doença grave estigmatizante com a inversão do ônus da prova. Nesse sentido, a

invalidação do enunciado assegura análise individualizada das lides trabalhistas,

evitando a produção generalizada de prova negativa pelas empresas... veja o material completo disponivel


DOWNLOAD

Pareceres do Procurador Geral da Repúbli
.
• 337KB