Carreiras Trabalhistas

Perisocpe - Parcelas salariais

Periscope - Antes da Prova

Periscope - Compensação


MATERIAL COMPLETO

PALESTRA - 2ª SEMANA DO TRABALHO - CERS

Baixa AQUI  o conteúdo completo da palestra 
Provas do TRT-MT








Segue material de Revisão em Direito e Processo do Trabalho - para ser lido antes da prova da Magistratura do TRT MG. Outras dicas serão dadas durante a aula de Revisão que ocorrerá nesse sábado dia 02 de abril das 13h às 18h em Belo Horizonte, no Dayrell Hotel.

Material completo

50 dicas TRT /PA 2016



Acesse AQUI
REVISÕES PRESENCIAIS para TRT

 


Obrigado pelo carinho dos alunos 
de Porto Velho - RO e Cuiabá - MT 







Provas TRT MT

Após cada prova realizada, o ideal é refazer as questões.

Aquelas que acertamos, não vamos esquecer. E as que erramos, jamais poderemos erra-las novamente! 

Fiz breves comentários, espero que possa ajudá-los! 




MOMENTO QUE O ESTUDANTE DECIDE DESISTIR DO CONCURSO


“Não deixe o barulho da opinião dos outros abafar sua voz interior. E mais importante, tenha a coragem de seguir seu coração e sua intuição. Eles de alguma forma já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo o mais é secundário.”
Steve Jobs

A ideia de desistir é algo que ronda a cabeça de todos nós que prestamos concursos. É óbvio que essa ideia vem com mais força em momentos de dificuldades e de reprovações. 

No meu caso, tinha o grande sonho de ser juiz, e, ainda, como tenho um perfil metódico e compulsivo, adaptei-me bem à rotina pesada dos estudos e ao pensamento fixo na aprovação. Aliás, não me via advogando e nem gostaria de me manter financeiramente como professor ou ajudando meu pai na fazenda. 

Portanto, a minha única saída era ser aprovado num concurso.
Ocorre que temos que tomar decisões ainda muito jovens e imaturos. Logo, é possível que decidamos estudar para concursos influenciados por alguns amigos da faculdade ou até mesmo pensando apenas no salário e na estabilidade proporcionados pelo cargo público. 

Assim como demais decisões que tomamos na vida, como o curso da faculdade, namoro ou casamento, comprar um carro ou um apartamento, determinado emprego etc., não vejo nenhum problema em mudar ou alterar drasticamente uma determinada decisão e seguir em outra totalmente diversa. Assim é o ser humano. Algo em constante mudança.

Durante a trajetória rumo à aprovação, alguns imprevistos naturais da vida podem ocorrer e mudar totalmente os planos traçados anteriormente. Uma morte trágica na família ou ainda doenças inesperadas no estudante ou em alguém próximo também podem, infelizmente, interferir nessa trajetória. Não há nada que possa ser feito contra esses fatores extraordinários da natureza humana.

É comum ver candidatos totalmente insatisfeitos e angustiados com a atual situação e com o futuro que os espera. O serviço público é, inevitavelmente, burocrático e muitas vezes com uma rotina maçante. Portanto, é natural que algumas pessoas não se adaptem ao perfil de candidatos (com rotina estática de estudos) ou, ainda, não se veja como auditores fiscais – com várias limitações na vida. 

Ao decidir abandonar o estudo para concursos, saiba que algumas pessoas vão lhe cobrar “explicações”. Lembre-se de que não há nenhum fracasso ou derrota em mudar os rumos da sua vida. E mais, a vida é sua, portanto quem vai vivê-la é você e não as outras pessoas. Não tome decisões pensando no que as pessoas vão pensar ou achar de você, pois não poderá mudar o que elas pensam. Aliás, quem vive na cabeça dos outros é piolho.
Por fim, é importante que se registre que o tempo de estudos jamais será perdido. Aliás, esse é um tempo precioso que você levará para o resto da vida. Será um grande diferencial na sua vida profissional. 

Ressalto que tenho um amigo que, após quatro anos de estudos, decidiu, por motivos pessoais, dedicar-se à advocacia. Após algum tempo, especializou-se em tributário. Hoje é um advogado extremamente bem-sucedido no interior de São Paulo e ganha muito melhor do que Auditores Fiscais, Juízes e membros do MP. É uma pessoa realizada e feliz. Outro exemplo que vejo, nesse contexto, é o de um ex-colega de cursinho que hoje atua na mesma região que a minha. Em razão da sólida base teórica, adquirida durante a preparação para concursos, é um dos jovens advogados trabalhistas mais respeitados entre seus pares, entre os Auditores, Juízes e Procuradores do Trabalho.

Em resumo, enquanto estiver estudando, mergulhe intensamente nessa escolha. Aproveite cada momento para aprender e se dedicar. Esse momento será marcante na sua vida profissional. Se após um determinado tempo e bastante reflexão, você sentir que concurso e serviço público não se encaixam no seu “estilo de vida”, tenha coragem de mudar e assumir uma nova direção na sua vida. Repito, não há nada de fracasso ou vergonha em mudarmos algumas decisões.

Os melhores professores e advogados que conheço são aqueles que tiveram condições de formar uma base teórica sólida.
Espero que essas poucas palavras o tenham ajudado de algum modo. Essas técnicas, pensamentos e reflexões sempre estiveram dentro de mim. Agora, tive a oportunidade de dividir com você! Boa sorte, bons estudos e seja feliz!


“Qualquer caminho é apenas um caminho.... e não constitui insulto algum – para si mesmo ou para os outros – abandoná-lo quando assim ordena o seu coração. Olhe cada caminho com cuidado e atenção. Tente-o tantas vezes quantas julgar necessárias.... Então, faça a si mesmo, e apenas a si mesmo, uma pergunta: possui esse caminho um coração? Em caso afirmativo, o caminho é bom. Caso contrário, esse caminho não possui importância alguma.”Carlos Castañeda 


Fonte: (Texto retirado do livro Analista TRT 8 Edição / 2016 - Editora Juspodivm)



Veja o que está previsto em lei, o posicionamento do TST e ainda, o meu posicionamento a respeito do tema.
download AQUI 





Temas de Redação para FCC
Autor e Professor: Rodolfo Gracioli

Veja AQUI

Lançamentos

Cursos Online

Cursos Online

Periscope - 10 Súmulas do TST

Periscope - Horas de Trajeto

Periscope - Estudo em grupo